Básico do básico – Parte 1: Onde ficam minhas moedas?

Esta série de artigos não pretende ser técnico. Usaremos analogias e imagens para tentar facilitar a compreensão de conceitos difíceis.

Com o recente aumento do preço do Bitcoin, as pessoas estão (re)descobrindo criptomoedas. Agora é um bom momento para voltar ao básico sobre criptomoedas.

Em uma série anterior de artigos, abordamos artigos que explica em detalhes por que você precisa de uma carteira de hardwarepor que questões de segurançae quais são as melhores práticas. 

Nesta nova série, nos concentraremos em perguntas mais comuns que recebemos por meio do nosso canal de suporte.

Acreditamos que não há perguntas erradas. Cada vez que um de nossos usuários não entende algo, consideramos uma oportunidade para ajudar nossa comunidade.

“Onde ficam minhas moedas?”

A pergunta mais comum que recebemos diz respeito à localização das criptomoedas. Quando você possui criptomoedas, o que você realmente possui é uma “chave privada”.

“ Ao manter seus criptoativos em uma exchange, você está confiando a terceiros essas chaves privadas e obrigando-os a servir como uma salvaguarda.”
 E. Larcheveque, Presidente Executivo da Ledger

Sua “chave privada” é comparável a uma chave real: essa chave libera o direito de seu proprietário gastar as criptomoedas associadas ao endereço público.
Como ele fornece acesso as suas criptomoedas, ele deve – como o nome sugere – permanecer privada.

Da mesma forma que você não compartilharia a chave de segurança do seu banco a ninguém, você não deve compartilhar essa chave privada com ninguém.

Chaves Privadas e Públicas

Além de uma chave privada, há também uma chave pública (endereço público). Ela pode ser comparado ao número da sua conta bancária. Há um link criptográfico entre a chave pública e a chave privada.

É possível recuperar a chave pública se você possui a chave privada.
No entanto, é impossível encontrar a chave privada usando apenas a chave pública.

Reutilizando a analogia acima, a chave pública indica o seu número de identificação de uma conta bancária. Sabendo isso poderá ajudá-lo a identificar qual é o seu cofre, mas apenas com isso (chave pública) você ainda não consegue abri-lo. 

OK, então há um conjunto de “chave privada” e “chave pública”. Isso ainda não responde a pergunta: onde ficam minhas moedas? 

Quando você salva uma foto em seu telefone, há um arquivo armazenado na memória do telefone. Quando você usa o Outlook, há uma cópia local dos seus emails no seu computador.

Suas moedas e tokens não estão fisicamente presentes em nenhum lugar nem armazenados em nenhuma pasta. Não há entidade física representando suas criptomoedas.
Em vez disso, há uma relação entre a chave pública e as moedas associadas, da mesma forma que uma determinada quantia é mantida dentro do seu cofre bancário. A tecnologia Blockchain torna possível conhecer os saldos associados a uma chave pública.

Esta informação é distribuída e replicada através de uma rede de computadores (por exemplo, vários milhares no caso da rede Bitcoin)

Então, para resumir: Onde ficam armazenadas as suas moedas?

– Suas moedas não existem fisicamente em nenhum dispositivo – nem mesmo na sua carteira de hardware.

– Suas moedas estão associadas a um conjunto de “chave pública/privada”

– As carteiras de hardware armazenam e guardam suas chaves privadas.
Somente possuindo e usando a chave privada você poderá realmente gastar as moedas.

– As informações que vinculam uma chave pública e o saldo associado são distribuídas e copiadas em vários milhares de computadores.

“As moedas estão armazenadas na minha carteira de hardware?”

Após a primeira parte deste artigo, a resposta deve agora fazer mais sentido. Não, as moedas não são armazenadas na sua carteira de hardware. 

Sua carteira de hardware armazena apenas suas chaves privadas. 

As pessoas estão acostumadas em armazenar contas e moedas em suas carteiras, mas no mundo Blockchain, sua carteira não contém moedas – ela contém chaves privadas.

No próximo artigo, explicaremos com mais detalhes que tipos de chaves são armazenadas em uma carteira de hardware e por que os dispositivos Ledger podem ser usados ​​para gerenciar com segurança centenas de criptoativos usando diferentes aplicativos.

Publicado originalmente em: Ledger.com

Quer saber qual é a melhor carteira para você? Confira o nosso comparativo: Guia definitivo – Ledger Nano S, Nano X, Trezor One e Trezor T – Qual a melhor?

PRODUTOS EM DESTAQUE!

Lançamento

Hardware Wallets

Trezor T – Pronta Entrega

R$799,00
Fora de estoque
R$339,00
Lançamento
R$824,00
Novidade
R$459,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.